sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Textão: Sobre se respeitar

Oi gente, tudo bem com vocês? 

Podem ligar o alerta textão, porque quem pensou que a pessoa aqui criou blog com objetivo de ficar ryca e famosinha errou feio (Mas se acontecer OK né haha). Não esquece que o blog só apareceu porque a pessoa aqui gosta de falar, e não é pouco. Então vai ter textão sempre, sorte de quem gosta de ler, e azar de quem não gosta. 


As vezes as pessoas me falam que a minha vida poderia fácil virar um livro, mas não acho que a minha vida é diferente das outras pessoas, só acho que a minha maneira de falar sobre é que sempre foi especial. Já tem alguns meses que eu comecei a trilhar caminhos diferentes e isso me fez refletir sobre muitas coisas, e uma delas foi sobre o quanto foi importante para a minha jornada aprender a me respeitar, antes de tudo e de todos. 

Acredito que um dos maiores desafios na vida de qualquer pessoa é se conhecer totalmente, pensa bem, quantas vezes você já não parou para se questionar sobre algo que é intrínseco seu como se fosse algo errado? Tô usando palavra difícil mesmo, porque ela é bonita, e estamos aqui pra gastar o vocabulário, mas pra ninguém ficar confuso (e porque eu esqueci como escrevia) joguei no Google e o que apareceu foi o seguinte:
1.

que faz parte de ou que constitui a essência, a natureza de algo; que é próprio de algo; inerente.
"a dependência é i. ao amor"
2.
que é real; que tem importância, significação por si próprio, independentemente da relação com outras coisas.
"objeto sem valor i."
Ah, fala sério se não é bonito pra caramba?! Mas enfim, eu tenho certeza que já aconteceu com vocês, e que não foi só comigo. Mas como sou eu que estou escrevendo agora eu vou contar a minha história. 

Eu sempre fui uma pessoa difícil, e com isso estou querendo dizer que eu sei que muitas vezes lidar comigo é complicado, e pode até mesmo ser irritante (avá), sou teimosa, gosto das coisas certas e conheço muito bem os meus defeitos. Sei que existe gente fácil de lidar, de riso solto e que não costuma criar problemas, mas sei também que eu não sou essa pessoa, nunca fui, nem mesmo quando eu era criança. Mas eu sempre me questionei se era preciso mudar, se era o certo a se fazer, por mais que eu não quisesse, afinal somos seres sociais e o convívio com as pessoas ao meu redor se tornaria mais fácil se eu aparasse uma ou outra característica minha para me encaixar em um grupo X. No ápice da adolescência, lá pelos 15 anos eu já tinha escutado frases como "se você não mudar você não anda mais com a gente" e eu não mudei, e isso foi uma das coisas mais importantes da minha vida.

Foi com o estar só (e não, não vou usar solidão porque é melancólico demais) e principalmente com a maturidade que eu aprendi a respeitar quem eu sou. Ser alguém que você não é apenas para não ficar sozinho é uma das coisas mais comuns para todos os adolescentes, e eu tenho certeza que muita gente já passou por isso, mas eu sempre fui teimosa demais para deixar isso acontecer. Se eu não posso ser quem eu sou que o mundo se exploda para lá e bora pra frente, e sabe por quê? Porque eu demorei, mas comecei a acreditar mais em mim. 

Não, não vale a pena cair na pressão social por nada nesse mundo. Não vale a pena se forçar a pular carnaval, sendo que você detesta, só porque os seus amigos gostam. Não vale a pena fazer algo que você considera errado só porque as pessoas que estão a sua volta dizem que está tudo bem. Sinceramente, se as pessoas que criam essa pressão a sua volta se dizem seu amigos é bom tomar cuidado, porque depois que você aprende a se respeitar o respeito das pessoas que estão a sua volta sobre as suas decisões se tornam ainda mais importantes. 

Com o tempo, e depois de muitas experiências que me fizeram construir esse respeito que eu tenho por mim, e que é a coisa que eu considero mais importante no mundo, eu percebi que as pessoas que amam você de verdade estarão por perto e te respeitarão também. Por mais que você seja a única amiga que não vai no barzinho porque não se sente a vontade, isso não se tornará um problema. Por mais que você pense diferente ser você não vai ser um problema para quem te respeita, e principalmente, não vai ser um problema pra você. 

Aprendi que ser quem eu sou tem um valor inestimável, e isso mudou a minha vida.

Ah, e pra combinar com esse textão super poderoso que tal o clipe novo da Ludmilla que é a cara do textão e do poder que tem dentro da gente? Afinal "se não gosta, senta e chora, hoje eu to afim de incomodar" 😂



E vocês, tem histórias assim para dividir? Conta aqui nos comentários, vamos conversar mais e mais!

Beijaassss e até a próxima!


20 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acho que esse negócio de blog começou na época de escola, lá no Ensino Fundamental, numa certa escola... rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdadee né professor, foi você que apresentou esse mundo digital pra gente!

      Excluir
  3. Mana que texto foi esse? Socorro pra mim também foi dessa forma!a parte que mais me tocou no texto foi "Com o tempo, e depois de muitas experiências que me fizeram construir esse respeito que eu tenho por mim, e que é a coisa que eu considero mais importante no mundo, eu percebi que as pessoas que amam você de verdade estarão por perto e te respeitarão também" parabéns pelo texto. Amei...bjs

    ResponderExcluir
  4. Gente que texto bafhônico foi esse?? To apaixonada. As vezes fico pensando na minha vida, e morro de vontade de fazer uns textão louco assim, mais tenho vergonha, mais ao mesmo tempo queria ter coragem. Eu já sofri muito bullying na escola, isso mexeu muito comigo. Seu texto me deixou mega feliz. Parabéns por ele , sucesso sempre ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso moça, primeiramente obrigada, e fico feliz que tenha gostado do texto. Segundamente bora fazer textão, não tenha vergonha, uma das coisas que me deu coragem para escrever sobre as minhas experiências foi ler as experiências dos outros <3

      Excluir
  5. Olá! Nossa, quantas vezes na adolescência eu mudei para me encaixar em algum grupo. Demorou muito tempo para eu aceitar quem eu sou e assumir minha personalidade. Hoje com 20 anos sou muito mais segura e acho super importante textos como o seu para empoderar todos os jovens ainda inseguros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca passou por isso não é mesmo? Fico feliz que tenha gostado do texto <3

      Excluir
  6. Aah quem nunca mudou na adolescência para se aproximar se encaixar em grupos , não faz muito tempo que passei por isso vir perceber que eu não era como muitos, nunca sofri em escolas porque eu sempre me adaptava aos grupos .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sofria bastante porque nunca me adaptava hahaha

      Excluir
  7. Adorei o textão, mesmo sendo TEXTÃO, HAHA! Eu também não sou uma pessoa fácil de se lidar, nunca fui (também). Sou teimosa (também, quantos tambéns, haha) e sempre fui a causadora dos atritos. Mas isso faz parte, e como você falou, depois de algumas experiências a gente muda a forma de pensar e agir. Parabéns pelo TEXTÃÃÃO :D

    ResponderExcluir
  8. QUe texto lindo, não só pelas suas palavras bonitas (intrínseco), mas por você conseguir falar de você. Se aceitar, conseguir conhecer seus defeitos e também suas qualidades, é algo que precisa de muito conhecimento de si próprio, e respeitar isso, suas vontades, seu jeito é uma virtude sem igual, parabéns!
    Beijokas

    ResponderExcluir
  9. Caraca muleque que post mara amei sua sinceridade serio eu amei arrasou como você se vê e como fala sobre isso muito bom ver isso pq as pessoas tem essa dificuldade sucesso com esse blog pq eu amei esse cantinho.

    ResponderExcluir
  10. Gostei do texto!
    Acho que o respeito é essencial para qualquer coisa, mas respeitar a nós mesmos, respeitar nossa história, as nossas escolhas, é algo que nem sempre é fácil, mas é essencial.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto. O respeito é a base para tudo, para as nossas relações interpessoais e para nossa relação mais intima com o nosso pensar e agir. Muito importante esse tipo de reflexão. Adorei. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Adorei o texto e a sua forma de se expressar!! Quantas vezes eu caí nessa tal de pressão social!! Mas finalmente aprendi a me amar como sou ;) Beijo grande!!

    ResponderExcluir
  13. Quando a gente entende que não somos obrigados a nada e que a vida tem que ser levada com leveza às coisas começam a fluir melhor e a gente fica mais feliz e realizada. E cara que textão foda!

    ResponderExcluir

Sumi, mas to aqui ...

 Ei gente, tudo bem com vocês? Hoje eu decidi escrever especialmente para as pessoas que estavam me acompanhando e me perguntaram...